quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Sandman - Estação das Brumas (capítulo 5)

MOTE

Vejo anúbis saboreando corações humanos
Ou sonhos
De corações humanos
Talvez
A mulher fada se deleita
Com pétalas de flores
Como ela seria entre os lençóis?
E acima de tudo
Vejo os anjos
Eles observam
E os olho com assombro



VOLTAS

Eu tenho algo muito precioso
Um sonho
Guardado em mim
E tenho a chave
A chave que abre
Todos os segredos sujos do mundo
E todos querem
Meus sonhos
E a chave
E todos querem algo de mim
Não me querem
Mas querem algo de mim
E todos querem a chave
Na verdade
Não todos
Tudo e todos são mais que palavras
Mas
São palavras
Que não deviam ser usadas em poemas
Pois há aqueles
Que não querem nada
Não querem o que é alheio
Se satisfazem em louvar
Em amar
Em ler poemas ver colibris
Sentir uma música
Suar, estafar
Sentir uma brisa suave
Mar e maresia
Ser feliz com nada