segunda-feira, 17 de março de 2014

Se o mundo parasse um pouco

Se o mundo parasse de girar
Só um pouco
É que tenho sonhos 
De louco
Que o sol não apareceu
Mas a noite não continuou
Céu nublado por dias e noites seguidos
Eu só quero parar um pouco
Tomar um rum de côco
Colocar açucar no maracujá e comer
Deitado numa rede balançando
Enquanto o mundo está parado
Você fica do meu lado
Calada
Mas eu sei que está me amando
É bom esquecer um pouco
Até de si mesmo
Se o mundo parasse um pouco
Eu pararia também
Mas sem morrer
Morte tem aquela coisa de viagem
E não quero viajar
Quero parar um pouco
E me sentir bem vivo

Nenhum comentário:

Postar um comentário