segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Pra onde foram meus sonhos?

Ainda lembro dos sonhos que tive
Quando ainda era criança
E inocente
Alguns realizei
Pois eram pra lá de banais
Tipo: Assistir filmes de adultos
Sei que isso é banal
Mas o que eu queria mesmo
Era ser adulto
Sonhei em ser piloto de avião
Mas o que queria mesmo
Era uma vida com aventura
Sonhei em morar numa ilha só minha
Mas o que queria mesmo
Era um lugar para ter paz
Sonhei em ter um filho
Mas o que queria mesmo
Era ser pai
Sonhava em ser um grande guerreiro
Ou o novo Bruce Lee
Mas o que queria mesmo
Era força e coragem
Os sonhos tem uma forma estranha
De revelar o que queremos na realidade
E quando a gente cresce
E não sonha mais
Descobrimos que não queremos mais
E isso tira o sentido da vida
O não querer
Logo, quero voltar a querer
Quero voltar a ser criança
Mas o quero mesmo
É voltar a sonhar

3 comentários:

  1. Allison, hoje você traduziu tudo o que estou sentindo.
    Sinto falta dos sonhos banais, dos desejos corriqueiros e da liberdade dos ponteiros.
    Estou com uma vontade de voltar no tempo, mas, enquanto isso sigo com outros sonhos e alguns pesadelos... rs..

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo seu comentário, Suzana. Quando conseguimos tocar alguém com algo que escrevemos sinto uma felicidade imensurável e o sentimento de dever cumprido.

    ResponderExcluir
  3. Ai que lindo!!!!
    Pensei em deixar aqui uma mensagem mais elaborada, mas foi essa a frase que soltei ao terminar de ler, então é ela que deixo registrada, do fundo da alma! Parabéns meu querido amigo!

    ResponderExcluir