quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Vilancete de amor adolescente

Mote

Será que eles não entendem
Que quem ama nesta vida
Às vezes ama sem querer


Voltas

Recebi conselhos e li os provérbios
Mas quando amei virei um tolo
Chamei os verbos de advérbios
Aprendi até a fazer bolo
Pensamos que amar é se negar
Que a liberdade é asa partida
Que amar é se perder é se prender
Será que eles não entendem
Que quem ama nesta vida
Às vezes ama sem querer


Quando me dei me libertei
E isso não é fácil de entender
Tipo: só sei que nada sei
E o que sei eles não vão saber
Que quando deito em teus olhos
E descanso na sombra do teu coração
Ganho uma esmolinha de prazer
Será que eles não entendem
Que quem ama nesta vida
Às vezes ama sem querer





Mote retirado da música " Minha flor, meu Bebê" de Cazuza

4 comentários:

  1. Ahhhh Cazuza, minha flor, meu bebê.

    To meio assim, amando sem querer e desamando querendo, rs.

    Aquele abraço Allisson!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desemando querendo, rsrsr isso parece complicado também...

      Abç Diego

      Excluir
  2. ( Suspiros )... Que bela composição Alisson ! Não podia ter um nome melhor " amor adolescente ". ( Te garanto que lhe renderia uma bela música também ) Um forte abraço !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito feliz com seu comentário Sandro, Feliz de ver vc por aqui!!!

      Abç parceiro

      Excluir