quarta-feira, 1 de maio de 2013

O conceito de Redenção da Wikipédia


Enfrentei mongóis, romanos e alemães
Persas e americanos, religiosos e ateus
Vi homens morrendo gritando: Deus!
E crianças na guerra chamando as mães


Chorei quando herodes massacrou os infantes
Com os inocentes, sentei na cadeira do dragão
Rasguei minhas vestes e rolei pelo chão
De tanto sofrer não sou o mesmo de antes


A humanidade deixou no meu peito um vazio
Holodomor, holocausto,  hologramas eu crio
Pelos crimes dos homens eu peço perdão


Ou culpa ou amor em meu peito, pequeno frasco
Agora sei porque Cristo perdoou seu carrasco
Porque só o amor pode trazer redenção



2 comentários:

  1. S E N S A C I O N A L. Estou estupefato, sério mesmo. Me lembra "Eu nasci há 10 mil anos atrás", porém com muito mais teor poético. Acabei de verificar o conceito de redenção onde você sugere, não vou revelar, mas complementa e tem total sentido com seu poema. Aliás até hoje não se tem uma exata definição do que foi Holodomor, recentemente discutíamos sobre no trabalho. Como havia um comunista ficou uma conversa tendenciosa. Ótimo ler sobre este "holocausto" aqui. E sim, assim clamam as crianças da Palestina, também. Clamam por suas mães, pedem por proteção, mas querem liberdade. Quanto à cadeira do dragão, adorei a expressão, não conhecia e pesquisei no mesmo lugar que o título sugere. Os judeus rasgavam as vestes ou se vestiam de panos de sacos para protestarem ou quando sua "moral" era abalada. Valeu muito a pena, como sempre, vir aqui. Abraços Allisson.

    ResponderExcluir
  2. Não sei o q dizer, além de agradecer!

    Abç Diego!

    ResponderExcluir