segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

As forças invisíveis que mataram Getúlio


File:Occluded mesocyclone tornado5 - NOAA.jpg


Ainda sou o que fui

Brisa e tornei-me em tornado

Mantive-me íntegro







imagem retirada do site: http://commons.wikimedia.org
File:Occluded mesocyclone tornado5 – NOAA.jpg
imagem de domínio público



3 comentários:

  1. O torvelinho vem, continuamos a ser parte do que éramos. Mas algo mais. Abraços Alisson!


    O site mudou de endereço, acesse leaodegaza.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Mesmo com as dificuldades e com o fortalecimento do nosso ser, ainda podemos ser o que éramos sem se corromper,

    Tô indo lá no novo end dar uma olhada

    Falou!

    ResponderExcluir
  3. Já havia comentado, mas faço questão de novamente fazê-lo. Não havia atentado para o título, uma pena, já que diz muito sobre o teu haikai. Essa mesma força invisível que matou Getúlio pode ser canalizada e convertida em bruscas mudanças, não julgo a atitude de nosso ex-presidente, quanto ao ato cometido, uns dizem que é covardia, outros coragem. Eu só acho que nós mesmos, por vezes, viramos do avesso: http://leaodegaza.blogspot.com.br/2012/11/avesso.html

    Abraços meu amigo Allisson.

    ResponderExcluir