quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Eu queria colocar no poema




Nem todo o talento de Rimbaud
E a mágica da sinestesia
Dar-me-iam  um help agora

Vejo todas as sensações
E não sinto nenhuma
Nem outra

Compartilhe comigo, se puder
Em meu sofá pós- moderno de couro sintético nas cores da moda
É preciso sensibilidade poética

Para que possas sentir
O mais delicioso dos aromas:
Mulher pós-banho

Enquanto ouve
 'Singin' In The Rain
Em long play é claro

E vendo Gene Kelly
A bailar; ou Malcolm
MacDowell a espancar

À frente da TV
Enquanto saboreia um delicioso
Conservantes, corantes, aromatizantes, acidulantes, antioxidantes...

Que culminará em sonolência
Ataque de súcubo
E toque de zentai





Nenhum comentário:

Postar um comentário